Make your own free website on Tripod.com
x x

Para sair simplesmente feche a janela.

x x
x

 

 

            Dentre os deuses da mitologia grega existe um que se chama Moloch. Esse deus era reverenciado com matanças de crianças em sua homenagem.

            Os tempos mudaram e os deuses também.

            Os meios de comunicação hoje são os deuses que “sacrificam” crianças em prol de negócios que ultrapassam a compreensão da vida, usando apelo sexual para tornar crianças consumidoras de milhares de produtos inúteis e deseducativos.

            Nossa tão conhecida Xuxa é um dos soldados de frente desses deuses Robertos Marinhos da vida.

Podem até dizer que a Xuxa não tem culpa desse problema, como acho que já disseram, mas por mais desprovida de inteligência que ela possa ser, com certeza ela sabe do mal que causou e esta causando as crianças.

Falo da Xuxa por ela ser a mais antiga da “turma”. Angélica, Eliana, Sorvetão, etc. são apenas uma continuidade desse problema.

            Xuxa, que aos 17 anos acabava de chegar ao Rio de Janeiro, tentava a carreira do estrelato. Pousou nua para tentar alavanca-la. Não deu certo. Tentando alcançar novos ares, foi convidada a fazer um filme chamado “Amor Estranho Amor”, em que aparecia nua tentando seduzir uma criança. Também não deu muito certo. Aproveitando-se de um certo flerte com o rei Pelé, conseguiu um programa infantil na televisão na extinta Rede Manchete. Como não era muito chegada em crianças, freqüentemente era flagrada pelas câmeras empurrando ou batendo nelas. Com um convite para trabalhar na Rede Globo, foi aos poucos conseguindo virar estrela. O auge veio com outro suposto namoro com o campeão Ayrton Senna.

            Vestindo roupas sempre curtas e cantando musicas que propagavam uma falsa alegria, Xuxa conseguiu criar uma legião de fãs ao longo dos tempos. Esses fãs são crianças e adolescentes que tiveram sua infância roubada por causa de um comercio desenfreado.

            Quando digo infância roubada, me refiro a fase de ingenuidade que as crianças passam. Aquela ingenuidade que hoje não existe mais. Qualquer menina mais bonitinha hoje sonha em ser modelo, palavra mágica que garante ascensão social usando o corpo, que passa a ser visto como valor de troca e não mais como fonte de prazer e descoberta. Vemos nas colunas ‘aviões’ de 13, 14 aninhos vestidas (ou nem tanto assim) como mulheres estonteantes, com cabeças ainda infantis e cobiçadas por homens maduros, de 40 e 50 anos. O corpo como valor de troca? Isso é matéria prima da mais velha profissão do mundo

            Como a audiência que assistiu a Xuxa no começo de sua carreira cresceu, Xuxa passou a ter um programa voltado para um publico adolescente.

            Mantendo seu formato de desinformação e emburrecimento, seu novo programa tem um maior apelo sexual.  Seu quadro “Intimidade” chega a não ter palavras de como expressa-lo de tão ridículo que é. Fazendo papel de uma adolescente querendo descobrir o mundo dos adultos, Xuxa extrapola nas suas perguntas. Qual a importância para as pessoas que o artista X usa cuecas cavadas, ou que o cantor Y teve sua primeira experiência sexual com uma prostituta? Alem de menosprezar a pseudo-inteligência das pessoas que assistem a esse programa, Xuxa consegue ver sacanagem até onde não existe.

            Outro fato que merece uma dissertação é a sua cria Sasha.

            Que ela queira ser mãe não tenho nada contra, mas a forma que tudo isso aconteceu é que esta errado.

            Fico pensando se ela não percebe o mal que fez em gerar essa criança dessa forma.

            Será que ela não tinha o simancol de saber se, do mesmo modo em que era chamada para engajar uma companha publicitária contra a paralisia infantil por ser uma pessoa influente nas crianças, não pensou que essa forma de “produção independente de filho” poderia também inspirar crianças e adolescentes a fazerem o mesmo?

            Ela se esquece que pertence a uma minoria que tem condições de dar a luz a uma criança em um hospital bom e de criar e alimentar dignamente essa criança? Ela se esquece que a maioria das pessoas que vê o seu programa não condições sequer de fazer duas alimentações no dia?

            Isso pra mim é puro egoísmo.

            Se não bastasse esse tipo de atitude, ela ainda faz uma festa para comemorar o primeiro aniversario da filha. Festa sendo modesto nas palavras.

            Enquanto seu publico passa fome, sua filha tem direito a ter Mc Donald’s dentro da festa.

            Que ela tenha condições financeiras de fazer uma festa astronômica para a filha, tudo bem. Mas querer humilhar os brasileiros, mostrando todo o luxo que teve na dita festa pela mídia, é o cúmulo.

            Pra ser sincero eu tenho pena dessa Sasha. Se com 1 ano de idade ela já serviu de escudo no show em que a mãe foi vaiada no Chile, imagine que novas atrocidades ela sofrerá no futuro.

 

 

            Leia aqui o texto de Luiz Carlos Merten "TV é comedora de criançinhas"

 

 

* Algumas partes deste texto e um pouco de sua essência, foram retirados da coluna de Fritz Utzeri do Jornal do Brasil de 18/8/98.

 

Copyright © 2000 antiglobo.cjb.net - Todas as marcas aqui representadas pertencem aos seus respectivos proprietários.

 

x